Grupos focais de audiovisual e design preparam matriz para o workshop Descoberta Empreendedora

jul 16 • Notícias • 397 Views • Comentários desativados em Grupos focais de audiovisual e design preparam matriz para o workshop Descoberta Empreendedora

Competitividade, produtividade e oferta de emprego e inovação, com foco nos setores de audiovisual e design. A partir desses temas, as equipes de pesquisadores da área de Especializações Inteligentes do Projeto Brasília 2060 e do Instituto Alvorada reuniram empreendedores e especialistas dos dois setores – audiovisual e design – para uma ampla discussão sobre as temáticas em relação ao futuro do Distrito Federal, nos dias 26 de junho e 04 de julho, na sede do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

Integrante do grupo focal de design observa produção sobre as ameaças, forças, fraquezas e oportunidades da área no DF.

O objetivo central das reuniões foi reunir grupos focais dos dois setores para o desenho de uma matriz das ameaças, forças, fraquezas e oportunidades das duas áreas no Distrito Federal. Os resultados dos encontros dos grupos focais serão base para o workshop “Descoberta Empreendedora: Especialização Inteligente para a Economia Criativa em Brasília”, um encontro que reunirá, durante dois dias, especialistas renomados dos setores de design e audiovisual da Economia Criativa para uma ampla discussão sobre descoberta empreendedora e especialização inteligente* em Brasília.

O evento é uma realização conjunta entre o IBICT e Instituto Alvorada, com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae/DF) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O evento, que ocorrerá nos dias 24 e 25 de julho, será mais uma das atividades de planejamento do Projeto Brasília 2060, que contempla outras áreas, como explica o professor Paulo Egler, coordenador do Projeto Brasília 2060.

“A partir do diagnóstico de várias áreas da situação atual, a ideia é que os grupos de especialistas apontem as opções estratégicas de cada uma das temáticas. Temos como missão pensar o desenvolvimento econômico da Área Metropolitana de Brasília [AMB]. Não é uma coisa trivial, uma vez que Brasília é por natureza uma cidade de serviços, mas, no entanto, essa cadeia econômica não suporta mais oferecer empregos para a população. Temos que pensar, por exemplo, em como podem ser oferecidos empregos para toda a AMB”, explicou Paulo Egler durante a reunião do grupo de audiovisual.

Integrantes do grupo focal de audiovisual em discussão sobre a área.

* ESTRATÉGIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE (RIS3) – A Estratégia de Pesquisa e Inovação para Especialização Inteligente (RIS3) constitui uma poderosa metodologia que vem sendo utilizada na União Europeia há mais de uma década para fortalecer as regiões e desenvolver setores inovadores específicos da atividade econômica. A metodologia valoriza as vantagens competitivas e o potencial inovador específico da região, estimulando o investimento privado e o envolvimento de atores-chaves da sociedade, permitindo assim o direcionamento adequado das políticas públicas e dos investimentos públicos nas prioridades corretamente identificadas.

Ainda que amplamente utilizada na União Europeia, a metodologia é bastante nova no Brasil. O Projeto Brasília 2060 incorporou a metodologia de Especialização Inteligente para auxiliar a tarefa de identificação de prioridades regionais em relação ao desenvolvimento de setores inovadores que possam servir de motores para o crescimento econômico da Área Metropolitana de Brasília.

As inscrições para o workshop “Descoberta Empreendedora: Especialização Inteligente para a Economia Criativa em Brasília” estão abertas e podem ser realizadas clicando aqui.

Post Relacionados

Os comentrios esto fechados.

« »